Hino do Blog - Clique para ouvir

Hino do Blog : " ...e todas as vozes da minha cabeça, agora ... juntas. Não pára não - até o chão - elas estão descontroladas..."
Clique para ouvir

Saturday, August 28, 2004

O Dicionário do Diabo



Ontem ganhei quatro livros do meu professor de musculação : Doutor Grasler-Médico das Termas (Arthur Schnitzler), Fedra (Jean Racine), Noites Florentinas (Heinrich Heine) e O Dicionário do Diabo (Ambrose Bierce). Confesso que destes quatro autores só conhecia Racine. De qualquer modo comecei a dar uma folheada nos livros e ao dar uma passada de olhos no Dicionário do Diabo tive uma imensa e grata surpresa. Como o título sugere, a obra é um dicionário, porém não um dicionário qualquer. Neste livro Bierce lista e comenta diversos verbetes com uma ferocidade, uma ironia e um cinismo fenomenais. Uma zombaria generalizada. Fiquei maravilhado pois tenho a tendência a idolatrar autores que sabem usar o sarcasmo com inteligência, tipo Nelson Rodrigues e Oscar Wilde. Bierce é um igual.

Sintam a fera :

AJUDAR : Fabricar um ingrato.

AMIZADE : Barco grande o bastante para levar dois quando o tempo está bom, mas só um em caso de tormenta.

ANTIPATIA : Sentimento que inspira o amigo de um amigo.

AUTO-ESTIMA : Avaliação equivocada.

BOATO : Arma favorita dos assassinos de reputações.

CASAMENTO : Condição ou estado de uma comunidade composta de um patrão, uma patroa e dois escravos, num total de duas pessoas.

CARRO FÚNEBRE : Carrinho de bebê da morte.

CRISTÃO : Aquele que crê que o Novo Testamento é um livro de inspiração divina, admiravelmente indicado para as necessidades espirituais do seu vizinho. Aquele que segue os ensinamentos de Cristo até o limite em que não atrapalhem uma vida de pecado.

DESOBEDECER : Celebrar com uma cerimônia apropriada a caducidade de uma ordem.

DEVASSO : Alguém que séria e obcecadamente perseguiu o prazer e teve a desgraça de obtê-lo.

DISCUSSÃO : Método de fortalecer nos outros suas idéias erradas.

EGOÍSTA : Pessoa de mau gosto, mais interessada em si própria do que em mim.

EMOÇÃO : Doença prostrante causada pela sujeição da cabeça ao coração. Às vezes vem acompanhada de uma copiosa descarga de cloreto de sódio hidratado proveniente dos olhos.

ENTUSIAMO : Doença nervosa que aflige os jovens e os inexperientes. Paixão que precede um bocejo.

FAVOR : Um breve prólogo para dez volumes de cobrança.

FELICIDADE : Sensação agradável proveniente da contemplação da miséria alheia.

FÊMEA : Alguém do sexo oposto ou injusto.

GALHO : Ramo de uma árvore ou perna de uma norte-americana.

GATO : Autômato flexível e indestrutível, fornecido pela natureza para ser chutado quando as coisas vão mal no ambiente doméstico.

HABILIDADE : Um tolo substituto da inteligência.

HUMILDADE : Paciência necessária para se planejar uma vingança que valha a pena.

IGNORANTE : Pessoa desacostumada a certos tipos de conhecimento familiares a você e conhecedora de outros tipos que você ignora.

INDIFERENTE : Imperfeitamente sensível para diferenciar uma coisa da outra.

LAMENTÁVEL : O estado de um inimigo ou oponente depois de um duelo imaginário.

LAZER : Luxo vedado aos pobres.

MACACO : Animal arbóreo que se sente à vontade em árvores genealógicas.

MATAR : Criar uma vaga sem designar um sucessor.

NEPOTISMO : Prática que consiste em designar sua avó para um cargo público, para o bem do partido.

NOVEMBRO : Décimo-primeiro dos doze avos do tédio.

OCIOSIDADE : Fazenda modelo onde o diabo experimenta as sementes de novos pecados e promove o crescimento de vícios existentes.

OPORTUNIDADE : Ocasião favorável para se ter um desapontamento.

PASSATEMPO : Artifício que estimula o tédio. Exercício moderado para inteligências debilitadas.

PENITENTE : Aquele que vive sofrendo ou aguardando punição.

QUADRO : Representação em duas dimensões de algo enfadonho em três.

RECÉM-CASADA : Mulher com brilhante perspectiva de felicidade pelas costas.

SANTO : Pecador morto, revisado e editado.

SOLITÁRIO : Em má companhia

TRÉGUA : Amizade

VIOLINO : Um instrumento que faz cócegas no ouvido humano através da fricção da cauda de um cavalo nas entranhas de um gato.

VOTO : Instrumento do poder de um homem livre para fazer de si mesmo um idiota e de seu país um caos.

Genial
-----------------------------------------

Sobre Bierce :

Norte americano, nascido em 1842, Ambrose foi o décimo dos treze filhos de Marcus Aurelios Bierce.

A casa onde cresceu , dizem os biógrafos, era estranha e tinha um aspecto macabro. Seu pai era um fanático religioso, amante da poesia e dominado pela mulher. O casal acabou perdendo os três filhos mais novos, fazendo assim com que Ambrose se tornasse o caçula.

Já crescidos os irmãos Bierce se desentenderam e se dividiram em grupos antagônicos, odiando-se mutuamente. Um deles se rebelou contra o fanatismo religioso da família e fugiu para ser artista de circo. Uma irmã, ao contrário, assumiu toda a superstição paterna e viajou para ser missionária na África, onte teria sido, inclusive, devorada por canibais.

Meio sem rumo, o jovem Bierce acabou entrando no exército através da influência de um tio aventureiro. Nesta situação participou da guerra da secessão onde apresentou uma destacada bravura e um certo sentimento suicida. Acabou baleado na cabeça. Depois de curado, e incomodado com a vida de segundo-tenente, pegou uma moeda, jogou para cima e decidiu no "cara ou coroa" se seguiria a vida militar ou entraria para o jornalimo. As forças armadas perderam. Na nova carreira Ambrose se destacou pelas charges políticas e pelos editoriais arrasadores impregnados de sarcasmo. Também foi autor de 68 histórias curtas (ou contos) cujos ingredientes principais são o fantástico, o humor negro e a guerra.

O curioso é que ele teria passado algum tempo aqui no Brasil, mais especificamente em Porto Alegre, atuando como correspondente de Buenos Aires para o jornal Tribune de Nova Yorque. Ele teria enviado ao Tribune um total de 62 cadernos, com 50 folhas cada um, onde analisava os aspectos políticos e sociais da nossa província. Isto pode ou não ser verdade pois o período em questão (1892) é o mais obscuro e indefinido da sua existência. De qualquer forma sabe-se que em 1913 Bierce parte dos Estados Unidos em direção ao México supostamente para cobrir as guerrilhas dos rebelados de Pancho Villa.

Nunca mais foi visto.

"Minha independência é meu patrimônio. É minha literatura. Escrevo para agradar a mim mesmo, não importando quem saia ferido".Ambrose Bierce.

8 comments:

Anonymous said...

Olá,

Gostei muitíssimo dos trechos enviados por você.
Também gosto do sarcasmo, quando usado
inteligentemente. Me fez lembrar de uma obra de
Machado de Assis chamada "A igreja do diabo e outros
contos", que narra a odisséia do diabo tentando fundar
uma igreja aqui na terra, para concorrer com o filho
de deus. É inteligente, sarcástico e divertidíssimo! E
a propósito, acho Nelson Rodrigues o máximo!

Obrigada,

Eliane

Anonymous said...

Adorei!!!

Sou uma iconoclasta incorrigível e, como você, aprecio o sarcamo inteligente, a piada subliminar.
quando puder, brinde-nos com mais definições fantásticas, como as que enviou.
Valeu!

Beijos,
Li

Pikena said...

Nossa... genial!! :D:D Vou querer um desses pra mim... Também sou fã dessas coisas, e muuuuuuuuuuuuuuuuito fã de Oscar Wilde, um gênio sob vários aspectos... E, por falar em diabo, já leu "O Livro Dos Demônios"? É uma espécie de "entrevista" que o autor faz com vários demônios clássicos do cristianismo e satanismo...incluindo as odiadíssimas Lilith e Lady Cocaine... Muito bom, vale a pena!!

Beijos!!

Mariana said...

Oi!
Adorei, mesmo... só não gostei do trecho em que diz que os gatos são chutados no ambiente doméstico. Mas tudo bem. O sarcasmo define bem tudo isso.
beijoss!

Anonymous said...

E viva a imperfeição humana!!
Demais esse post. Parabéns!
Dedé

Anonymous said...

Iuri, confesso que este novo vocabulário esta bem interessante... Se me permite eu vou imprimí-lo para levar para o meu serviço... tenho certeza que ali algumas pessoas vão se encaixar direitinho nele...hahhahaha. abraços. Pedrobras.

Anonymous said...

intiresno muito, obrigado

Gabriela Nunes said...

Tudo bem?, teria em pdf todo o livro?
Desde já agradeço