Hino do Blog - Clique para ouvir

Hino do Blog : " ...e todas as vozes da minha cabeça, agora ... juntas. Não pára não - até o chão - elas estão descontroladas..."
Clique para ouvir

Tuesday, August 26, 2014

Livro - Crônicas de um casamento duplamente gay

amazon - crônicasNo final fica a dúvida : O que o Sérgio Viula quer com o “Crônicas de um casamento duplamente gay”?

Pra mim, de cara, ficou a impressão da bicha querer “contar dinheiro na frente de pobre”.  Tipo, olhem como eu sou feliz com meu casamento super bem sucedido, suas invejosas. 

Beijinho no ombro total. 

Sim, pois a real love story de Sérgio com Emanuel é para despertar inveja até na Irmâ Dulce, tamanha é a propaganda do super cor de rosa enlace dos pombinhos.  

Com seu casamento transgressor, os bonitos praticamente  não têm nenhum problema de inserção social, profissional e familiar. São aceitos por todos  indiscriminadamente, e apregoam  aos quatro ventos sua “felicidade blindada”.

Então.sergio viula

…. calma …..

Depois desta leitura inicial maldosa (e, repetindo, invejosa) , surge outra, nova, moderna, libertária, calcada no reconhecimento do desafio, da luta, da queda de barreiras que o livro traz.

Com sua história não isenta de adversidades, o casal mostra que é possível sim o povo lgbt alcançar – desde que comprometido com sua verdade - uma integridade emocional, social e civil e não se enxergar como párias, como condenados a viver à margem.

Neste sentido, então, “Crônicas..”, serve como um farol, uma luz, para todos (gays ou não) que amam e buscam realizar seus sonhos, mesmo expostos a riscos e obstáculos.

Muito bom.

================================

PS: Sou casado há mais de 12 anos com outro cara (de papel passado e tudo) e nossa relação é assumida perante Deus, Família e Sociedade. Também enfrentamos algumas barreiras, mas afirmo que não existe nada mais recompensador do que viver a verdade.

1 comment:

Sergio Viula said...

Adorei! E lembrando que no livro eu digo claramente que não há fórmula para o relacionamento humano. Casamento a dois é só uma. E geralmente nem dura pra sempre, mas pode ser bom enquanto durar. ;)

Abraço,
Sergio Viula