Hino do Blog - Clique para ouvir

Hino do Blog : " ...e todas as vozes da minha cabeça, agora ... juntas. Não pára não - até o chão - elas estão descontroladas..."
Clique para ouvir

Wednesday, September 05, 2007

Meus videos Legendados - 1000 Mirrors / Sinead Oconnor e Asian Dub Foundation



---------------------------------------------------------

Comentário

Zoora Shah chegou à Inglaterra nos anos 70´s, vinda diretamente de Mirpur uma pobre área rural do Paquistão, para assumir um casamento arranjado. O casamento não deu certo com o companheiro estranho e violento e ela acabou sendo abandonada quando estava grávida do seu terceiro filho. Totalmente isolada, acabou sendo amparada por Mohammed Azam, um traficante do submundo de Bradford.

Zoora permitiu que Azam providenciasse uma casa hipotecada para ela morar. Embora Zoora fizesse todos os pagamentos corretamente, Azam, um homem casado, usou o fato da casa estar no seu nome para fazer de Zoora sua escrava sexual. Isto definiu sua reputação como "prostituta", rótulo pelo qual ela ficou conhecida na comunidade conservadora de Bradford.

Azam usou Zoora para o sexo quando e onde ele queria, incluindo um cemitério onde ela havia enterrado dois outros de seus filhos que morreram ao nascer. Azam possuia armas de fogo e ameçava usar seus contatos no submundo do crime para encontrá-la caso ela tentasse escapar. Ele também sempre ameaçava jogar ela e seus filhos na rua. Quando Azam foi condenado por tráfico de heroína e condenado a dez anos de prisao, ele negociava, da sua cela, Zoora como prostituta para outros moradores da casa onde ela vivia. Zoora ficou refém no seu próprio lar.

Registros de serviços sociais mostram que Zoora sofreu de depressão e outras doenças durante sua vida de casada e no relacionamento com Azam. Ela teve incontáveis abortos, enfrentou infecções viróticas e nos rins, sofreu de anemia e má nutrição. Na última fase do seu relacionamento Zoora não mais tolerava os abusos sexuais. Mas o golpe final veio quando ela apavorou-se com os desejos sexuais de Azam por suas filhas. Zoora envenenou-o com arsênico comprado no Paquistão e acabou sendo condenada por assassinato.

Porem, no julgamento, ela recusou-se a dar evidencias de medo ou vergonha e escolheu permanecer em silencio na esperança de salvar a honra das filhas. Foi julgada culpada e condenada a prisão perpétua com o acréscimo de mais vinte anos.

Ao tomar conhecimento da história de Zoora, várias organizações de direitos humanos começaram a fazer campanhas pela sua libertação, o que ocorreu após 14 anos de prisão.

------------------------------------------

O texto do video refere-se ao marido porem a história correta é esta aqui publicada.

4 comments:

Gabriela Souza Gomes said...

Oi Iuri! Obrigada pela visitinha. Que bom que curtiu o blog.
Agora que lembraste "Eduardo e Mônica", tenho de concordar que parece mesmo.

Um beijo.

P.S.: Voltarei com calma para ler por aqui.

Thor said...

Voltando à ativa? Hehe, tinha que ser sobre música, mas quando vi que tinha post novo cheguei a pensar que poderia ser produção textual =)

Abraços

Thor said...

a: tu viu que no tim music festival vai ter Anthony and the Jhonsons? Mas parece que é só em sampa , que o teatro é pequeno e já esgotou. Também vai ter bjork, feist e companhia...

Thor said...

parece que esgotou no primeiro dia!
Uma pena. Mas vai ver agora, com a repercussão, de repente eles vêm de novo.