Hino do Blog - Clique para ouvir

Hino do Blog : " ...e todas as vozes da minha cabeça, agora ... juntas. Não pára não - até o chão - elas estão descontroladas..."
Clique para ouvir

Wednesday, February 01, 2006

Psitacismo e Infidelidade

Image hosting by Photobucket

Cala a boca, louro! - Papagaio indiscreto imita grunhidos e revela traição da namorada do dono

Papagaio é um perigo. Como se não bastassem o psitacose e a gripe aviária - doenças que o bicho pode transmitir -, há também os casos de psitacismo, o ato de repetir palavras sem saber o seu significado.

Pegue-se como exemplo o caso do louro Ziggy, residente em Londres e criado com carinho pelo inglês Chris Taylor. Era só Susy Colins, a namorada do dono, pegar no celular para que o bicho desandasse a chamar o nome "Gary". E o fazia com entonações amorosas, com a intimidade própria dos amantes. O problema é que Chris não conhecia nenhum Gary, e Suzy também jurava não saber de quem se tratava.

A situação ganhou intensidade quando alguém falou o nome na tevê e o pássaro se empolgou, repetindo o chamado e acrescentando vocabulário e grunhidos francamente eróticos. O que a princípio parece enredo de piada, na verdade teve desfecho de drama.

Até Suzy se mudar para o apartamento de Taylor, o papagaio limitava sua vocalização ao pedido de biscoitos, imitações razoáveis do som do aspirador de pó e repetição de palavras desconexas. O nome Gary só entrou no discurso depois que o casal resolveu juntar seus trapos. Na véspera do Natal, quando iniciavam uma transa no sofá da sala, Taylor e Suzy foram surpreendidos por Ziggy declarando: "Gary, eu te amo", passando em seguida aos grunhidos claramente sensuais.

De imediato, Taylor riu. Mas ao olhar para a namorada em seus braços notou rubor característico das consciências culpadas.

"Senti um frio na espinha", declarou o analista de sistemas Taylor. Suzy começou a chorar copiosamente, ainda atormentada pelo papagaio que não fechava o bico: "Gary, meu macho!", "Gary, meu benzinho".

A confissão da moça veio em forma raivosa: Gary era colega de trabalho de Suzy numa firma de recados telefônicos e seu amante durante o expediente e fora dele. Parte do romance se dava pelo celular e a troca de juras de amor era ouvida na íntegra por Ziggy. A freqüência deste intercâmbio era tanta que marcou a memória do bicho.

E de lá não saiu mais. Depois do rompimento entre Taylor e a infiel namorada, vários dias foram gastos na tentativa de apagar o nome Gary da mente de Ziggy. Infelizmente, a tarefa se demonstrou impossível. "Toda vez que um celular toca, o nome salta do bico da ave.

Até mesmo quando eu suspirava, era: 'Gary, eu te amo', 'Gary, meu macho'. A vida ficou insuportável", diz Taylor. O resultado é que ele, aos 30 anos, não apenas perdeu a namorada, mas também foi obrigado a se livrar de seu Iago (da peça Otelo, de
Shakespeare). O papagaio foi adotado depois de um anúncio nos classificados. "Eu já não o suportava mais.

E o sentimento era mútuo", diz o traído. Por seu lado, Suzy se defende: "Não culpo o Ziggy pela separação. Minha relação já estava estremecida. O Taylor não queria sair de casa. Só desejava ficar junto do papagaio." O pior é que o Gary também bateu asas e foi se aninhar nos braços de outra colega, que tem a vantagerm de morar com um gato completamente mudo.

Já o papagaio alcagüeta ganhou celebridade e anda freqüentando shows de televisão, nos quais dispara o bordão: "Gary, Gary, Gary", para delírio das platéias. Ah! E Ziggy, o louro que não só dá o pé como aponta o dedo, diga-se, é brasileiro.

Osmar Freitas Jr. - Nova York

--------------------------------

Texto retirado da revista "Isto É" desta semana

5 comments:

Anonymous said...

Esse papagaio deve ser muito infeliz, sexualmente frustrado, deve odiar mulher... Odeio linguarudos.

Ai que ódio dele!!!!!

Teresa

greentea said...

coitado do papagaio, sobrou para ele qd afinal só dizia o que era verdade...

Camis said...

Isso é o que eu chamo de verdadeira papagaiada.

Ayala said...

ou seja, papagaios são destruidores de relacionamentoo ^^
texto muito bem escrito :D

Mariana said...

hahahahahahahahhaa
pobrezinho :P
bj