Hino do Blog - Clique para ouvir

Hino do Blog : " ...e todas as vozes da minha cabeça, agora ... juntas. Não pára não - até o chão - elas estão descontroladas..."
Clique para ouvir

Tuesday, September 27, 2005

Somos todos palhaços uns dos outros

Image hosted by Photobucket.com

Quando rimos de alguém temos consciência de que outros riem de nós? Acredito que não. Nosso orgulho, nossa auto-imagem só nos permite ver o ridiculo nos outros..

Na obra-prima "Lições de Abismo", Gustavo Corção escreve :

" O homem é ridículo. Sim, ridículo....Creio ter descoberto a causa desse ridículo : é o equívoco, o erro prático, o engano colossal que pesa sobre a condição humana. ..... No circo a gente se ri porque certos indivíduos são encarregados de errar de modo intencional, calculado, profissional, mas com um imprevisto que nos oculte momentaneamente a intenção...

O cômico, no circo, é o hábil profissional do apupo estilizado, é o personagem que vai ao encontro da vaia, da reprovação social, e a transforma em aplausos da sua arte. No circo, o palhaço descarrega o nosso permanente e opressivo desejo de censurar, de corrigir, de apostrofar, de denunciar. De vaiar...

Na vida,o que mais se vê é o erro do outro. Cada indivíduo é um espetáculo, e cada grupo uma platéia. Ás vezes se torna tão nítido que isola, como ao centro de um picadeiro improvisado, o involuntário artista. Assim é, por exemplo, o caso do pobre indivídio que bebe a água com rodela de limão que o garçom lhe traz para o ritual limpeza das pontas dos dedos. Em si mesmo, o ato não é absurdo, porque a água tanto serve para beber como para lavar; e até porque a rodela de limão sugere mais depressa a idéia de bebida do que a idéia de ablução. O ridículo reside no fato de o sujeito se enganar sobre a convenção, sobre o papel que lhe coube naquela cena.

O cômico....supõe o social, isto é, supõe a possibilidade de imaginar um picadeiro para o personagem que se singulariza e uma arquibancada para os seus juízes, que pronunciam às gargalhadas o seu curioso veredicto.

Quem será então que se ri desse generalizado espetáculo que envolve três bilhões de palhaços? Às vezes nós conseguimos a ilusão de um camarote confortável que nos permita rir dos outros. Mas de onde vem esse eco, essa ressonância de um riso muito mais poderoso do que o meu? Quem esta aí? Quem esta por aí, nessas cadeiras vazias, a rir-se de mim?

O mundo é um circo em que a arena e as arquibancadas são relativas. Três bilhões de atores mal ensaiados passam a vida a divertir-se um apontando no outro o rabo de papel. Ou a trave no olho”

4 comments:

PriestysThoughts said...

Interesting Blog. Check out my thoughts and stuff at my blog -->

http://priestyism.blogspot.com

Anonymous said...

Lanes on I-40 to be closed for repairs
Various eastbound lanes will be closed on Interstate 40 at Sandy Ridge Road this week for repairs.
Hey, You have a great blog here! Give yourself a break and check our Gambling on GOLD site out at http://www.thegoldhunter.net/. There are Millions in GOLD just waiting to be discovered in the most unlikely places. They are even filtering and recovering GOLD out of water! Is it time for a new hobby… that could actually earn you MONEY? Check our Gambling on GOLD site out at http://www.thegoldhunter.net/ and find out how it’s done.

Rodrigo Thor said...

Sem dúvida existem muitos desses atores em palcos mais altos, com vista privilegiada, rindo da maioria...

E é dificil achar alguém que se coloque no lugar do alvo. O ser humano é malvado e mexeriqueiro por natureza.

Ótimo texto. Abração!

Anonymous said...

ADOREI SEU TEXTO, IURI.

Amanda