Hino do Blog - Clique para ouvir

Hino do Blog : " ...e todas as vozes da minha cabeça, agora ... juntas. Não pára não - até o chão - elas estão descontroladas..."
Clique para ouvir

Tuesday, July 27, 2004

Just ´cause you feel it...




Impressão e sentimento são a mesma coisa ? Têm o mesmo sentido ? Podemos dizer que a impressão é uma prévia do sentimento ? Onde termina um e começa o outro ? Creio que a princípio temos a convicção imediata para afirmar que o sentimento é verdadeiro e a impressão não. Mas isto é uma verdade absoluta ? A nossa necessidade de acreditar não pode fazer com que tomemos meras impressões por sentimentos verdadeiros ? Uma música do último CD do Radiohead (Hail to the thief ) me fez refletir muito sobre esta questão. A música chama-se “There, There” e diz, em determinado trecho “Just ‘cause you feel it, doesn’t mean it’s there…” , ou seja –em tradução livre- : “..só porque vc sente algo, não quer dizer que este algo exista...”.

Esta frase é muito interessante e pode ser aplicada em diversas situações na vida, tais como : amor, amizade, relacionamentos, casamento, profissão, coleguismo, atração, rejeição, gostar, não gostar, etc.

Quantas vezes aconteceu de pensarmos ter sentimentos concretos, bons ou ruins, em relação a alguma situação ou pessoa e depois descobrirmos que era tudo invenção ou impressão da nossa parte ? Ou então, pior, acharmos que alguma pessoa tem sentimentos concretos a nosso respeito, também bons ou ruins, e depois descobrirmos que era tudo criação da nossa mente ou da mente dela ?

Particularmente, em termos negativos, sei que tenho a capacidade de criar impressões mentais que me aprisionam e me fazem assumir sentimentos negativos em relação aos outros, muitas vezes sem que os mesmos saibam do que está acontecendo. Já passei por várias situações onde isto aconteceu e depois, quando a bomba estourou, o que se revelou era apenas a falta de diálogo que deixaram de acontecer nos momentos certos. Estas situações revelaram-se típicos casos de impressões que tornaram-se sentimentos concretos mas que não tinham valor ou fundamento algum. Por outro lado, também sei de situações onde causei impressões negativas que geraram um “não gosto dele” em várias pessoas - algumas carregaram este sentimento durante muito tempo e outras o carregam até hoje. Normal. Isto vai continuar a acontecer das duas maneiras com todo mundo. Mas é bom lembrar que “..just ‘cause you feel it, doesn’t mean it’s there…”

2 comments:

trent said...

maybe foi pq YOU WERE NO T PAYING ATTENTION, PAYING ATTENTION.. PAYING ATTENTION...... legal o seu blog. a vids realmente ser confusa feito uma caledoscopio, sometimes..

Mariana said...

ha... olha... cada vez mais eu fico passada no quanto eu sou parecida contigo. A um tempo atrás, eu postei um texto parecido com esse. A capacidade do ser humano de ficar julgando os outros sem conhecer já foi analisada pela ciência e chamada de etnocentrismo, que é exatamente tudo isso ai q tu escreveu.
beijooosssssss!!!!!!!!!!!!!!! :)